Agende: Sketchcrawl Manaus

Foto: Divulgação

Street Art em exposição na Galeria do Largo

A Galeria do Largo reabre suas portas no dia 25 de março, às 19h, com a exposição coletiva ‘Volts’. São nove artistas do segmento street art  com curadoria de Turenko Beça.

Nas paredes da galeria, os artistas Rogério Arab, Rodrigo Aúdio, Ricardo Prema, Lauro Boxe, Adriano Caos, Thaizis Izy, Sérgio Ude, Adriano Tor e Guilherme Grafi preencherão com escrituras e desenhos de grafitti, onde cada um contribuirá com seu estilo.

Dos nove artistas, sete são do Estado do Amazonas e dois são convidados do Rio de Janeiro, Ricardo Prema, e de São Paulo, Guilherme Grafi. Cada writer grafitti contribuirá com o estilo de sua especialidade.

Rogério Arab com a graficonografia, Rodrigo Aúdio com suas inscrições em 3D, Ricardo Prema investindo no semi-wild, assim como Lauro Boxe que usa  o style americano.

Há também os que são conhecidos por grafitarem personagens, como é o caso de Adriano Caos e Thaizis Izy. Sérgio Ude mostrará seu estilo realista, enquanto que Adriano Tor criará algo de wild-stily moderno e Guilherme Grafi fará um dos seus cenários surrealistas.

Exposição coletiva Volts

Onde: Galeria do Largo (Centro Cultural Largo São Sebastião)

Quando: 25 de março, às 19h (só para convidados), após essa data a visitação ocorre durante o horário de funcionamento da Galeria (terça-feira a sábado, das 17h às 21h)

Quanto: grátis

Gabriela Leite lança autobiografia em Manaus

Nesta terça-feira (22) ocorre o lançamento do livro Filha, Mãe, Avó e Puta de Gabriela Leite. Na década de 70 a  autora decidiu ser prostituta na famosa Boca do Lixo, área central da cidade de São Paulo. Cansada do preconceito contra a profissão, Gabriela resolveu  lutar pelos direitos das prostituas.

Na autobiografia, a autora conta sua trajetória que culminou com a criação da famosa marca de roupas Daspu e da Ong DaVida, projetos que dão visibilidade à causa de Gabriela.

A ex-prostituta fala no livro  sobre os tabus que povoam e aguçam a curiosidade do imaginário coletivo em torno da rotina das prostitutas. Mãe de duas mulheres e avó de uma menina, Gabriela conta também sobre suas relações familiares.

Lançamento do livro Filha, mãe, avó e puta, de Gabriela Leite

Quando: 22 de março às 19h30

Onde: Espaço cultural Thiago de Melo, localizado na Saraiva Megastore (Shopping Manaura)

Quanto: grátis

Agende: Ciclo de Debates Comunicação no Espaço Urbano

Durante os  meses de março, abril e maio de 2011 será realizado o Ciclo de Debates Comunicação no Espaço Urbano, no Auditório Rio Negro, localizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O principal objetivo do Ciclo  é refletir sobre a cidade como espaço de produção de linguagem e de comunicação.

O evento será desenvolvido por meio de mesas redondas e palestras que abordarão os processos e produtos comunicativos manifestos na cidade, colocando em evidência os gêneros e formatos da comunicação no contexto urbano, as linguagens e expressões criativas que habitam a cidade, além das interferências do espaço urbano na circulação e no consumo de mensagens.

O Ciclo de Debates Comunicação no Espaço Urbano é parte da extensão do projeto de pesquisa “Espaços semióticos urbanos: um estudo da comunicação a partir das interferências do espaço urbano na dinâmica dos sistemas de signos”, coordenado pela Profa. Dra. Mirna Feitoza Pereira, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) por meio do Programa Primeiros Projetos (PPP).

Promovido pelo Mediação – Grupo de Pesquisa em Semiótica da Comunicação, da Ufam,  o evento pretende aproximar a universidade dos setores e agentes envolvidos na construção dos processos e produtos comunicativos que circulam na cidade, tais como: empresas e profissionais de jornalismo, de publicidade e de design; além de performers e outros interventores ligados às artes urbanas, como grafiteiros, rappers e MCs.
Programação

30 de março de 2011, 8h30 às 12h
Mesa-redonda: Notícias em trânsito: comunicação jornalística e mobilidade urbana
Debatedores: Profissional de jornalismo e pesquisador da temática

28 de abril de 2011, 8h30 às 12h
Mesa-redonda: Mídia exterior: a linguagem publicitária no espaço da cidade
Debatedores: Profissional de publicidade e pesquisador da temática

27 de maio de 2011, 9h às 12h
Arte urbana: expressões criativas da cidade
Expositores: Grafiteiros e pesquisador da temática

Local: Auditório Rio Negro (Ufam/ICHL)
Para participar do evento é necessário fazer a inscrição no  site do grupo Mediação.

A Sobra do Oscar: “O Mágico

Três filmes concorreram na categoria de melhor filme de animação neste último Oscar. Ganhou o mais fraco deles e por um fator simples: os votantes desta premiação são as pessoas que um dia foram indicadas e as que, obviamente, levaram o prêmio. Assim é lógico que “Toy Story 3” levaria a estatueta dourada, afinal, este é o primeiro filme em computação gráfica a fazer sucesso da companhia e que nunca havia levado nada.
No dia da premiação, fiquei triste por “Como Treinar o Seu Dragão” ter sido ignorado, pois é muito mais filme que o do caubói com o astronauta. Mas após assistir ao excelente “O Mágico” a sensação de que o Oscar realmente é uma premiação dispensável para quem busca um cinema melhor, com boas histórias e técnicas mais apuradas, torna-se presente, como um fato.
“O Mágico” é o segundo filme dirigido pelo francês Sylvain Chomet. Antes ele havia dirigido o já clássico e também ignorado pelo careca durado “As Bicicletas de Belleville” – se você ainda não assistiu veja, é um dos filmes obrigatórios da última década. Ali já havia uma semente do pensar cinema desse diretor: nada de muitas falas – respeitando o clássico pensamento de Chaplin que dizia que o cinema fala pela imagem – cenários grandiosos e que preenchem a tela, com muito movimento, e personagens únicos com características interessantes e muito engraçadas.

Neste filme Sylvain dá um passo a mais em seu olhar. Ao ter adquirido os direitos do último roteiro escrito pelo ator/roteirista/diretor e ícone da comédia francesa Jacques Tati, em que um mágico clássico, com truques marcantes, mas nada modernos encara o desafio da sobrevivência, Chomet mostra simplicidade e até mesmo vanguardismo em um mundo repleto de 3D.
O desafio de preencher a tela com algo que não vai saltar em sua direção ou chamar atenção pelo realismo faz com que “O Mágico” envolva os espectadores com cenas embasbacantes de puro cinema que orgulharia não somente o mestre Tati, como seu inspirador Chaplin. É no jeito de ser, no aspecto de movimento mesmo, que o personagem principal nos ganha.
O arrebatamento final vem com: os personagens que cercam o tal mágico – repare no coelho e principalmente no escocês bêbado – as cenas em formato de sketches – algo bem comum nos grandes comediantes, que juntavam várias situações para montar um filme – a trilha maravilhosa e uma direção de arte minimalista que encanta, desde um homem de 33 anos até seu filho de 03.
Filmão, daqueles que em um passe de mágica enche seus olhos d´água e num abracadabra formam sorrisos inesperados em seus rosto. Nota 9,0.
Obs.: há uma cena emblemática em que o Mágico do filme entra em um cinema e assiste a uma cena do filme mais conhecido de Tati, “Meu Tio”.

Texto por Rodrigo Castro

Publicado originalmente em A Sétima e todas as artes

 

Agende: Festival Breves Cenas de Teatro 2011

Para quem já não aguentava mais tanta banda de carnaval batendo à sua porta, chega a hora de aproveitar o que o mês de março ainda tem a oferecer. Trata-se do Festival Breves Cenas de Teatro que chega à sua terceira edição com mais de dez apresentações de  peças curtas.

Programação

17/03

Beckett sem palavras (Grupo Baião de Dois-AM)

Classificação: livre

Distorções (Izabel Stewart-MG)

Classificação: 16 anos

E se fosse você….exatamente, aqui agora? (Clã de Nós-RJ)

Classificação: livre

18/03

Ensaio para outra história (Cia. do Chá-MG)

Classificação: livre

Holocausto (Cia. Um do Outro de Teatro-SP)

Classificação: 16 anos

Sr. e Sra. Online (Cia. de Ideias-AM)

Classificação: livre

Flicts (Mariana Jacques-MG)

Classificação: livre

19/03

Dois lados (Guta Rodrigues-AM)

Classificação: 14 anos

Movimento Mínimo ( Grupo Movimento Mínimo-PR)

Classificação: livre

Poema Obsoleto (Cia. do Pé Torto-RR)

Classificação: livre

Bilhete da Sorte (Cia. A Cúpula do Teatro-RJ)

Classificação: livre

20/03

Entre aspas (Rívisson Zür -BA)

Classificação: 16 anos

O casamento (Cia. Amattores Eventos Artísticos -AM)

Classificação: livre

Mel (Gerrah Tenfuss -SP)

Classificação: 13 anos

Ator emparedado (Grupo Quarto de Teatro -RJ)

Classificação: livre

As apresentações serão no Teatro Amazonas  às 20h e são gratuitas. Para saber um pouco mais sobre o festival, basta visitar o site do Breves Cenas 2011.

Confira a programação do XV Festival Amazonas de Ópera

O Festival Amazonas de Ópera completa 15 anos, e tem estreia para o dia 26 de abril, com a obra de Giacomo Puccini, “Suor de Angelica”.  O elenco conta com Isabelle Sabrié, Elaine Martorano, Luciana Costa e Silva, Marinete Negrão, Aurean Elessondres, Carol Martins, Kelly Fernandes, Thalita Azevedo, Maria Augusta Bacelar, Elane Monteiro, Lidia Mendes, Dhijana Nobre, Rosemeire Vieira, Raquel Brasil e Mirian Abad.

Puccini foi um compositor de óperas italiano. Entre suas obras mais conhecidas estão: La bohème, Tosca, Madama Butterfly e Turandot. O fato mais interessante é que a ópera “Suor de Angelica” não ficará restrita apenas à Manaus. A Secretária de Cultura levará a ópera que que vai abrir o XV Festival Amazonas de Ópera à Iranduba, interior do Estado.

A programação do XV FAO traz ainda “Dialogues des Carmélites” de Francis Poulenc, “Carmina Burana” de Carl Orff, “Messias” de Georg Friedrich Händel, “Tristan Und Isolde” de Richard Wagner, e uma montagem elaborada para celebrar os 15 anos de FAO, “Cenas Líricas”.

Além de seis Recitais Bradesco e o Concerto do Dia das Mães. No total, serão 19 apresentações, que terão como palco, além do Teatro Amazonas, o Centro Cultural Palácio da Justiça, Teatro da Instalação, Centro Cultural Largo de São Sebastião, Igreja São Sebastião, Centros Estaduais de convivência do Idoso (Aparecida) e da Família (Cidade Nova), além do município de Iranduba. A programação acadêmica acontece no Centro Cultural Palácio da Justiça, sempre às 18h.

Programação Acadêmica:

Dia 25 de abril, o Secretário Estadual de Cultura, Dr. Robério Braga, apresenta “Gestão e Produção Cultural”.

Dia 02 de maio, a soprano Eliane Coelho debate sobre “Canto”.

Dia 09/05 terá “direção Cênica e Projeções” com Mietta Corli.

Dia 16/05 Jehsel Lau Cristerna fala sobre “Figurinos”.

Dia 23/05 estará em pauta “Iluminação” com Fabio Retti.

Dia 24 de Maio, Marcos Apollo discute “Produção Técnica”.

 

Programação Completa – XV FESTIVAL AMAZONAS DE ÓPERA

26 e 30 de Abril  – Teatro Amazonas – 20h
07 de Maio – Iranduba – 20h
14 de Maio – Aparecida – 20h
15 de Maio – Padre Vignola – 19h
Giacomo Puccini – Suor Angélica
Irmã Angélica:  Isabelle Sabrié, soprano
A Tia Princesa: Elaine Martorano, contralto
A Abadessa: Luciana Costa e Silva, mezzo-soprano
Irmã Monitora: Marinete Negrão mezzo-soprano
Mestra das Noviças: Aurean Elessondres, contralto
Irmã Genoveva: Carol Martins, soprano
Irmã Osmina: Kelly Fernandes mezzo-soprano
Irmã Dulcina: Thalita Azevedo, mezzo-soprano
Irmã Enfermeira: Maria Augusta Bacelar, soprano
1ª irmã de Caridade: Elane Monteiro, soprano
2ª irmã de Caridade: Lidia Mendes, mezzo-soprano
1ª noviça: Dhijana Nobre, soprano
2ª noviça: Rosemeire  Vieira, soprano
1ª irmã leiga: Raquel Brasil, soprano
2ª irmã leiga: Mirian Abad, soprano

Coral do Amazonas
Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica
Direção Musical e Regência: Luiz Fernando Malheiro
Direção Cênica: Maria Lucia Gurgel
Cenários: Roberta Volpe
Figurinos: Jehsel Lau Cristerna
Iluminação: Fabio Retti
(em colaboração com a Accademia di Opera di Verona, Itália)

28 de abril, 01(19h) e 03 de Maio – 20h – Teatro Amazonas
Francis Poulenc – DIALOGUES DES CARMÉLITES
Blanche de La Force: Michelle Canniccioni, soprano
Marquis de La Force: Leonardo Neiva, baritono
Chevalier de La Force: Flávio Leite, tenor
Irmã Constance,uma jovem freira: Gabriella Pace, soprano
Madame de Croissy, a Prioresa: Ruth Staerke, soprano
Madame Lidoine, a Nova Prioresa: Isabelle Sabrié, soprano
Madame Marie da Encarnação: Denise de Freitas, mezzo-soprano
Madame Jeanne do Menino Jesus: Elaine Martorano, mezzo-soprano
Le Chaplain: Juremir Vieira, tenor
Irmã Matilde: Luciana Costa e Silva, mezzo-soprano
L’Officer: Roberto Paulo, baritono
Primeiro Oficial: Enrique Bravo , tenor
Segundo Oficial:  Davy Chaves barítono
Le Geolier: Vinicius Atique, baritono
Thierry: André Stone, barítono
Monsieur Javelinot: Alex Herculano, barítono
Carmelitas:Carol Martins,Elane Monteiro, Maria Augusta Bacelar, Dhijana Nobre, Rosemeire  Vieira, Lidia Mendes, Marinete Negrão, Aurean Elessondres, Thalita Azevedo, Kelly Fernandes e Raquel Brasil

Coral do Amazonas
Amazonas Filarmônica
Direção Musical e Regência: Marcelo de Jesus
Direção Cênica: Willian Pereira
Cenários: Willian Pereira
Figurinos: Marcelo Marques
Iluminação: Fabio Retti

04 de Maio – Teatro Amazonas – 20h
Carl Orff – CARMINA BURANA
Katia Freitas – soprano
Flávio Leite – tenor
Igor Vieira – barítono
Coral do Amazonas
Amazonas Filarmônica
Direção Musical e Regência: Marcelo de Jesus

05 de Maio – Teatro Amazonas – 20h
Recital Bradesco
Música Francesa
Isabelle Sabriè – soprano
Denise de Freitas – mezzo-soprano
Flavio Leite – tenor
Vinicius Atique  – baritono
André dos Santos – piano

06 de Maio – Teatro Amazonas – 20h
Recital Bradesco
Música Alemã
Eliane Coelho – soprano
Gabriella Pace – soprano
Juremir Vieira – tenor
Marcelo de Jesus – piano

08 de Maio – Igreja de São Sebastião – 10:30h
Concerto do Dia das Mães
Coral do Amazonas
Direção Musical e Regência: Zacarias Fernandes

12 de Maio – Teatro Amazonas – 20h
Recital Bradesco
Música das Américas
Carol Martins – soprano
Elaine Martorano – mezzo-soprano
Igor Vieira – baritono
Andrés Roig – piano

14 de Maio – Teatro da Instalação – 20h
Georg Friedrich Händel – Messias
Tamar Freitas – soprano
Lincoln Pires – contratenor
Enrique Bravo – tenor
Vinicius Atique – barítono
Coral do Amazonas
Orquestra de Câmara do Amazonas
Direção Musical e Regência: Marcelo de Jesus

19 e 22 de Maio – Teatro Amazonas – 19h (as duas apresentações)
Richard Wagner – TRISTAN UND ISOLDE
Tristan: John Charles Pierce, tenor
Isolde: Eliane Coelho, soprano
Brangæne: Andreia Souza, mezzo-soprano
Kurvenal:  Leonardo Neiva, baritono
Kænig Marke: Kevin Maynor, baixo
Melot: Igor Vieira, baritono
Um Pastor: Flávio Leite, tenor
Um jovem marinheiro: Flávio Leite, tenor
Coral do Amazonas
Amazonas Filarmônca
Direção Musical e Regência: Luiz Fernando Malheiro
Concepção,Direção Cênica ,Cenografia e Criação de Videos: Mietta Corli
Figurinos: Olintho Malaquias
Iluminação: Vincent Longuemare
Realização de vídeos: Sergio Metalli (Ideogramma, Rimini)

20 de Maio – Teatro Amazonas – 20h
Recital Bradesco – Franz Liszt – Canções e Transcrições
Carol Martins – Soprano
Marinete Negrão – Mezzo-soprano
Leonardo Feitosa – Tenor
Alex Herculano – Barítono
Gabriel Rhein Schitato – Piano

21 de Maio – Teatro Amazonas – 20h
Recital Bradesco – Negro Spirituals
Kevin Maynor – Baixo
André dos Santos – Piano

26 de Maio – Palácio da Justiça – 20h
Recital Bradesco
Alunos da classe de canto “Ivete Ibiapina”
Natalia Sakouro – orientadora
Irina Kazak – pianista

29 de Maio – Largo São Sebastião – 19h
“Cenas Líricas” 15 anos do FAO
Coral do Amazonas
Amazonas Filarmônica
Solistas:Eliane Coelho, Juremir Vieira, Luciana Costa e Silva, Igor Vieira, Flavio Leite, Elaine Martorano, Isabelle Sabrié, Katia Freitas, Vinicius Atique, Marinete Negrão, Enrique Bravo, Roberto Paulo, Cristiano Silva, Maria Augusta Bacelar, André Stone, Jaiana Silva, Lídia Mendes, Carol Martins, Carolina Herculano, Thalita Azevedo, Dhijana Nobre e Thelvana Freitas
Narrador: Matheus Nachtergale
Direcão Cênica: William Pereira
Direção Musical e Regência: Marcelo de Jesus

Você pode comprar os ingressos na bilheteria do Teatro Amazonas, de segunda a sexta, das 9h às 19h. Ou comprar via internet no site da BestSeat. (Ingressos a partir de 5 reais)

%d blogueiros gostam disto: