Lançamento de revista e exposição de arte visual marcam o início do Festival Até o Tucupi

Finalmente, novembro chegou. E trazendo com ele, os tão esperados eventos que prezam a produção artística da nossa querida Barelândia.

Dando as boas-vindas ao nosso desejado mês, o Festival  Até o Tucupi começou na terça (01/11), apresentando mais uma proposta que visa valorizar as produções culturais dos nossos quase esquecidos artistas manauaras, que foi o lançamento da 1ª edição da revista Olha Já. E como sempre, o Maodita não podia ficar de fora dessa e foi no lançamento para conferir os  maiores detalhes da revista e do evento.

Apresentação de artes visuais foi a temática escolhida para dar início ao festival. Caso você tenha perdido o lançamento, ainda dá tempo para conferir a exposição “Compacto Arte” que visa aglutinar as obras de vários artistas que se dispuseram participar, tornando acessível suas obras para o público freqüentador do evento. Salientando, a exposição foi dividida em dois ambientes, onde um ficará sendo exposto na galeria do Sesc, no Centro dos dias 01 a 12 de novembro e o outro no pólo de moda, na Alvorada, dos dias 01 a 05 de novembro.

Além da exposição, a noite foi marcada pelo lançamento da revista Olha Já, que será exclusivamente virtual, onde almeja acoplar os trabalhos dos artistas que produzem artes visuais, apresentado-as, através da Internet, possibilitando que qualquer pessoa do Brasil e do mundo as conheça. Inicialmente, a revista terá a sua periodicidade anual, ou seja, será lançada a cada edição do festival. Segundo Paulo Trindade, um dos responsáveis na elaboração do Festival, o número de pessoas que participaram expondo seus trabalhos aumentou significamente, onde na sua primeira edição teve 68 artistas participando ativamente e esse ano, o número chegou a 115, só de artistas que produzem artes visuais.

Mesa redonda "Reflexão sobre as artes visuais em Manaus”

Para encerrar a noite do primeiro dia do Festival, ainda rolou um  bate papo sobre artes plásticas em Manaus, com as participações do artista plástico Turenko Beça, da artista visual, Roberta Paredes e da jornalista e estilista da marca Santa Cris, Cristiane Batista.

Se você não conseguiu ir ao primeiro dia, calma, porque o festival vai continuar rolando até o dia 05 de novembro. Para informações sobre o festival, sobre os envolvidos ou sobre a programação, corre lá no site do evento: www.festivalateotucupi.com

Texto de Dayana Daide e Vinícius Leal

Bandas selecionadas para o Festival Até o Tucupi

Foram  50 bandas inscritas e apenas  15 escolhidas para se apresentar no Festival Até o Tucupi que acontece  entre os dias 1 e 5 de novembro. A curadoria foi composta pelos músicos Augusto Nunes, representante do Cuia Coletiva; Elisa Maia, representante do Coletivo Difusão; e Eliberto Barroncas, integrante do Escada Sem Degraus e Raízes Caboclas. O festival Até o Tucupi, que esse ano traz o tema “Engrossando o Caldo” – lembrando que no ano passado o tema era “Artes Integradas”, é uma realização do Coletivo Difusão e Projeto Patrulha Voluntária Jovem e conta com o apoio do Circuito Fora do Eixo e Sebrae Amazonas. A programação completa do festival será anunciada em outubro.

Confira abaixo a lista dos selecionados:

BQuadro – http://bquadro.tnb.art.br/

Bandaid – http://bandaidrock.tnb.art.br/

Alaidenegão – http://alaidenegao.tnb.art.br/

MB4 – http://habib.tnb.art.br/

Tattva – http://bandatattva.tnb.art.br/

Deskarados – http://deskarados.tnb.art.br/

Ellen Mendonça – http://ellenmusica.tnb.art.br/

Ritmo e Poesia – http://ritmoepoesia.tnb.art.br/

Johnny Jack Mesclado – http://bandajohnnyjackmesclado.tnb.art.br/

Alma Nomade – http://almanomade.tnb.art.br/

Anônimos Alhures – http://anonimos-alhures.tnb.art.br/

Mezatrio –  http://mezatrio.tnb.art.br/

InCaos – http://incaos.tnb.art.br/

Ed Ondo – http://edondo.tnb.art.br/

Os Playmobil – http://osplaymobils.tnb.art.br/

%d blogueiros gostam disto: